Ópera pop

Eu nunca tinha entendido muito bem o Parenthetical Girls. Lembro que ouvi o “Safe as Houses” em 2006 e tentei digerir a mistura de sons da banda, que flertava com o indie-pop e com elementos cabeçudos. Tentei mas não consegui e os deixei de lado. Ai na semana passada eu recebo uma mensagem do pessoal do Indietorrents me indicando “one of the best albums ive heard in years, honestly”. Era o segundo e novo disco da banda, o “Entanglements”.
“Ambicioso…”, pensei quando as primeiras cordas de “Four Words” começaram. Foram contratados 25 músicos clássicos para as gravações do disco, que ocorreram durante dois meses ente Seatle e Oregon (moradia da banda). Esses músicos conduziram as idéias grandiosas que preenchem esse disco, criando uma ópera pop de 32 minutos que envolve temas como sexualidade adolescente e mecânica quântica(!). Imagine Scott Walker, Burt Bacharach e Philip Glass orquestrando esse disco. É um misto de tristeza e beleza impressionante que permeia por todo o disco, seja nos momentos mais animados ou nos interlúdios mínimos. “Entanglements” é sim um dos discos mais bonitos dos últimos anos.
Quando a audição acabou, pensei “hum, então era aqui que eles queriam chegar…”, e coloquei para tocar de novo.

Parenthetical Girls – Entanglements (2008) [Tomlab]

Tags: , , , , ,

2 Respostas to “Ópera pop”

  1. |-|anna Says:

    Não sei se só eu acho isso, mas em alguns música há um “quê” de ‘Antony and The Johnsons’! E, sim, é a coisa mais linda que já ouvi! :~~

  2. |-|anna Says:

    alguns música [2]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: