Archive for março \29\UTC 2007

Liechtenstein

março 29, 2007


Liechtenstein é um minúsculo principado do centro da Europa, encravado nos Alpes, entre a Áustria, a leste, e a Suíça a oeste. Também é quase o nome do grande artista da pop-art. Mas esse post é sobre o primeiro destaque sueco para mim desse ano. Uma banda só de garotas, que como a banda do post anterior, é influenciada por bandas de pós-punk e indie-pop como o Shop Assistants (a música “Stalking Skills” é quase uma cópia da clássica “Safety Net”) e o Talulah Gosh. Elas acabaram de lançar essa delícia de 7 polegadas que dá para ouvir várias vezes em seguida sem o menor problema. O debut com três músicas em sete minutos e meio saiu pelo selo sueco Fraction Discs, mas você pode baixá-lo clicando na imagem lá em cima.

Anúncios

Strawberry Whiplash

março 26, 2007


Dá para se sentir em 1986 quando você ouve essa Strawberry Whiplash. Banda de Glasgow, influenciada por bandas da C86, como Shop Assistants, Wedding Present e bandas como Talulah Gosh, Razorcuts e Chapterhouse. Eles ainda não lançaram nenhum disco, apenas três músicas que estão para download na página deles do Myspace. Guitarras distorcidas a la JAMC, bateria com reverb e vocal sussurrado… Não poderia ser mais perfeito. Espero ouvir mais coisas e, quem sabe, um disquinho completo.

Twee as Fuck

março 26, 2007

“As of the mid-1990s, there were a hell of a lot of kids like this in America: Happy pop geeks in love with all things pretty, listening to seven-inch singles released on tiny labels, writing songs about crushes, and taking a good deal of pride in the fact that everyone else found their music disgustingly cute and amateurish and girly. This is the story of how they got there– a partial history of the indie pop project, and a beginner’s guide to what it meant.”

Em outubro de 2005, Nitsuh Abebe escreveu um artigo sobre a história do indie-pop no site Pitchforkmedia. É um dos melhores artigos musicais que já lí e um ótimo guia para os iniciados no indie-pop. Há algum tempo atrás eu resolvi traduzi-lo para colocar na Wikipédia. Como ainda não postei por lá, vou colocar para download aqui. É só clicar na imagem acima. Só não traduzi a última parte do artigo, onde o autor faz uma seleção comentada de músicas para uma compilação. Mas vou colocar a lista logo abaixo. Baixem as músicas e tenham uma ótima “mix-tape” de indie-pop.

The Television Personalities: “This Angry Silence” (1981)
Beat Happening: “Indian Summer” (1988); “Bewitched” (1988); “Our Secret” (1984)
Talulah Gosh: “Beatnik Boy” (1986); “My Boy Says” (1987)
Honeybunch: “Mine Your Own Business” (1991); “My Contribution to the Greenhouse Effect” (1991)
Magnetic Fields: “100,000 Fireflies” (1995)
Tiger Trap: “Puzzle Pieces” (1988), “My Broken Heart” (1988)
Heavenly: “C Is the Heavenly Option” (1992); “Hearts and Crosses” (1993); “Three Star Compartment” (1994)
The Field Mice: “Emma’s House” (1988)
Rocketship: “You and Your New Boyfriend” (1994); “I Love You Like the Way that I Used to Do” (1996)
T
he Softies: “Hello Rain” (1995)
Glo-Worm: “Tilt-a-Whirl” (1994)
Barcelona: “I’ve got the Password to your Shell Account” (1999)
Pastels: “Different Drum” (1990); “Yoga” (1994); “Mandarin” (1995)
Cub: “Tell Me Now” (Daniel Johnston cover, 1996)
Tullycraft: “Pop Songs Your New Boyfriend’s Too Stupid to Know About” (1995)
Wolfie: “Hey It’s Finally Yay” (1998)
Black Tambourine: “Thow Aggi off the Bridge” (1991)
The Hit Parade: Hitomi (1991)
Blueboy: “Boys Don’t Matter” (1994)
Velocity Girl: “Pop Loser” (1993)
The Vaselines: “Molly’s Lips” (1988)
Small Factory: “If You Hurt Me” (1993)
The Sea Urchins: “Pristine Christine” (1987)
Boyracer: “In Love” (Marine Girls cover, 2002)