Archive for julho \18\UTC 2008

Coisa bonita

julho 18, 2008

phil.jpeg

Tá rolando na net essa música do novo disco do Mount Eerie com a Julie Doiron e o Fred Squire. Só para confirmar que o Elverum nunca me decepciona.

Mount Eerie With Julie Doiron and Fred Squire – Flaming Home

Anúncios

Godspeed Youtube!

julho 18, 2008

O Youtube é cheio de covers feitas pelos usuários, mas essa foi a que mais me impressionou até hoje:

Damien Jurado – Caught in the Trees [2008]

julho 15, 2008

125017785_fa3d260d94_o.jpg

Enquanto experimentava modos de gravação com fitas no fim dos anos 90, Damien contava histórias tristes sobre você e eu. Mas parece que ele se esqueceu de nós e abriu seu coração para cantar sobre coisas mais íntimas. Pelo menos é assim que seu nono disco soa para mim.
Li por ai que ele demorou mais de um ano para gravar esse disco, começou nos dias quentes de verão e terminou no inverno. Dá para perceber essa transição enquanto o disco toca. “Gillian Was a Horse” abre o disco soando como Jeff Tweedy no Being There: levada alt. country, refrão grudento, agitadinha, mas triste, “I’m no lie detector and no bullshit talker”, ele avisa. ali perto do outono, se pergunta “What happens now when all goes down?”, e segurando o folego ele continua até chegar no frio do inverno. Fria e densa, “Best Dress”, melhor música do disco, “Put your best dress on… We should just have a good time, we could stay away all night long…”, ele canta, já cansado de brigar.
Caught in the Trees é um passo grande para a carreira de Damien Jurado. Não que ele nunca tenha parecido maduro nesses anos todos, mas agora ele parece confiante, de certa forma. Deixou de lado suas ficções frágeis e tristes para ser nosso amigo confidente.

1568027.jpg
Damien Jurado – Caught in the Trees

pt. 1
pt. 2

Micah P. Hinson – Micah P. Hinson and the Red Empire Orchestra [2008]

julho 10, 2008

picture-2.jpg

No dia 8 de dezembro do ano passado, após um show com o Mountain Goats, Micah pede sua namorada em casamento diante do público. Piegas e bonito. Um momento redentor para uma vida cheia de baixos.
Depois de lançar o elogiado Micah P. Hinson and the Gospel of Progress (2004), que foi concebido em meio à remédios como modo de tentar se livrar de pesos do passado, Micah sofre um pequeno “acidente” que o deixa com uma dor permanente em suas costas. Após uma cirurgia, Micah fica meses de cama e, novamente, dependendo de xanax, codeína… Amigos começam a aparecer e canções surgem. Gravado sob essas circunstâncias, Micah P. Hinson and the Red Empire Orchestra é um disco denso, mas com uma ponta de esperança em cada verso. Canções arrastadas, dopadas, com um pé no country, fazendo jus ao seu sangue texano, Micah canta: “You’ll find me alone ‘cause I lost my way when I was headin’ home…”. Piegas e bonito assim.

1446966.jpg
Micah P. Hinson – Micah P. Hinson and the Red Empire Orchestra [2008]

Jay Reatard – Singles 06-07 [2008]

julho 7, 2008

2514257960_29ac033e25_o.jpg

Jay “Reatard” Lindsey é um desses caras insaciáveis por pequenas pérolas. Caras que montam inúmeros projetos pois um só não basta para todas as idéias que surgem em suas cabeças. Veterano da cena garage/punk de Memphis, lançando singles desde os 15 anos, seja com as várias bandas que formou ou em sua atual carreira solo, Jay sempre abusou da formula DIY, gravando tudo por conta própria.
Os compactos em 7″ são raros e só são encontrados no eBay. Só para ter uma idéia, Jay está lançando uma série de seis compactos pela Matador, o terceiro vai ser lançado agora em julho (coloquei no fim do post) e já esgotou antes mesmo de sair nas lojas, quando os fãs acabaram com o estoque todo em um dia graças à “pre-order”. Mas o pessoal da In the Red Records conseguiu garimpar 17 singles lançados entre 2006 e 2007 e colocaram em um CD. Jay gravou, mixou e masterizou cada música, com uma pequena exceção da guitarra em “All Wasted”, gravada por seu companheiro de Angry Angles, Alix Brown.
São 17 pequenos hits barulhentos que vão ficar dias pedindo por um assobio.

1497476.jpg
Jay Reatard – Singles 06-07

1583061.jpg
Jay Reatard – Always Wanting More / You Mean Nothing To Me 7″